blog

Erros comuns que cometemos em língua portuguesa – Parte 2 • Escrever bem #13

Neste post, que é continuação do anterior, vou listar mais 20 erros comuns — no caso, de ortografia — em língua portuguesa. Na verdade, a lista de erros habituais é muito extensa, mas não seria possível abordar aqui um número excessivo deles porque o objetivo não é esse. Decidi me dedicar a essas postagens para compartilhar um pouco do que sei e ajudar todos aqueles que querem melhorar sua escrita. Afinal, seja para escrever um romance, um livro de autoajuda ou até mesmo um livro científico é preciso, sim, conhecer pelo menos o básico das regras ortográficas e gramaticais.

Então, seguem abaixo erros comuns cometidos na hora de escrever determinadas palavras. Ou seja, vamos analisar um pouco alguns erros comuns em ortografia!

 

ERRADO POR QUÊ? CERTO
Eu FASSO bolo todos os dias. FASSO não existe! Eu FAÇO bolo todos os dias.
Quero ir à praia, MAIS meu marido não quer. Aqui, deve-se usar MAS como sinônimo de PORÉM, CONTUDO, TODAVIA. Quero ir à praia, MAS meu marido não quer.
Quanto MAS escuro, menos enxergo. Aqui, deve-se usar MAIS como sinônimo de quantidade. Quanto MAIS escuro, menos emxergo.
Essa história não tem NADA HAVER. A expressão correta significa “não ter relação com”. Essa história não tem NADA A VER.
DERREPENTE  o gato pulou no meio da rua. Essa grafia não existe! DE REPENTE o gato pulou no meio da rua.
Eu COMEÇEI a estudar ontem O Ç não acompanha as vogais E e I. Eu COMECEI a estudar ontem.
Toda regra tem uma EXCESSÃO. É preciso decorar a grafia correta usando X, C e Ç. Toda regra tem uma EXCEÇÃO.
Maria é MENAS letrada do que Joana. Nunca! O correto é sempre usar “Menos”. Maria é MENOS letrada do que Joana.
José chegou meio-dia e MEIO. Não…  por favor… José chegou meio-dia e MEIA (= meia hora depois de meio-dia)
Você precisa MECHER a massa do brigadeiro. Nunca use essa palavra com CH! Você precisa MEXER a massa do brigadeiro.
Preciso usar o SINTO de segurança. Jamais! Preciso usar o CINTO de segurança.
Quando vamos ao CONSERTO na sala de música? Não… Não… Não… Quando vamos ao CONCERTO na sala de música?
É preciso fazer o CONCERTO dessa cadeira. Igualmente: não! É preciso fazer o CONSERTO dessa cadeira.
Por que não usar uma FLEXA? Esqueça a letra X nesta palavra! Por que não usar uma FLECHA?
Ela não gosta de comer GILÓ. Erro muito comum… Preste atenção na grafia correta! Ela não gosta de comer JILÓ.
Deus te ABENÇÕE! As flexões desse verbo não têm acento. Deus te ABENÇOE!
Não confio nele, PORISSO não vou. Essa grafia não existe. Não confio nele, POR ISSO não vou.
Será que você pode MIM ajudar? Posso… ensinando a grafia correta! Será que você pode ME ajudar?
AGENTE vai se encontrar no cinema. Não! Só se forem se encontrar com um agente da polícia. A GENTE vai se encontrar no cinema.
Eu sei que tudo vai dar certo, CONCERTEZA! Tudo vai dar errado com essa grafia… Eu sei que tudo vai dar certo, COM CERTEZA!